• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • Acordo realizado no segundo dia da Semana da Conciliação beneficia mais de 2.500 trabalhadores
  • Audiência empregabilidade lgbt
  • Acordo MPT Cerest Subnotificacao 1
  • Aderes
  • Chamamento público órgaos e entidades
  • WhatsApp Image 2024-06-17 at 18.52.42
  • Arte intranet Pra Mia
  • Novos telefones PTMs 3
  • Divulgação feed vermelho
  • Evento celebra 14 anos de Política Nacional de Resíduos Sólidos
  • Mercado de Trabalho LGBTQIAPN+ em discussão
  • Parceria entre MPT e Cerest Norte combate subnotificação de acidentes de trabalho no ES
  • Aderes lança manual de boas práticas para Associações de Catadores de Materiais Recicláveis do Espírito Santo
  • Chamamento público para cadastro de órgãos e entidades
  • Exposição Transeuntes: um convite a olhar pelos olhos do outro
  • MPT participa de reunião da Mesa Regional Permanente de Diálogo na Cafeicultura do Espírito Santo
  • PRT17 participa de Grupo Especial de Fiscalização Móvel
  • Exposição fotográfica "Transeuntes" destaca a comunidade LGBTQIAPN+
  • MPT-ES recebe visita de representantes da UNIDAS
  • MPT-ES realiza audiência para monitorar condições de trabalho na produção de cana-de-açúcar no sul do estado
  • Oficina de fotografia promove representatividade e inclusão de pessoas LGBTQIAPN+
  • Procurador-chefe do MPT-ES prestigia posse de dois novos desembargadores do TJES
  • Capacitação no MPES visa fiscalização e cobrança dos instrumentos das políticas de resíduos sólidos
  • 2º Encontro das Chefias dos Ministérios Públicos do Espírito Santo acontece na PRT-17ª Região
  • Nova HQ aborda assédio eleitoral
  • Confira o Plano de Gestão da Unidade (PGU) da PRT-17ª Região
  • MPT-ES adere à campanha de arrecadação de tampinhas para castração de animais
  • ATENÇÃO: atualização dos contatos telefônicos das Unidades do MPT no interior do Espírito Santo
  • MPT-ES tem novo canal de atendimento virtual

Acordo realizado no segundo dia da Semana da Conciliação beneficia mais de 2.500 trabalhadores

Ao todo, serão pagos mais de R$ 20 milhões referentes a horas-extras, parcelas rescisórias e depósitos de FGTS

Um acordo homologado no Cejusc do Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (ES) garantiu a quitação dos débitos devidos a mais de 2.500 funcionários e ex-funcionários de uma fábrica de chocolates. A audiência foi realizada na terça-feira (21), segundo dia da 8ª edição da Semana Nacional da Conciliação Trabalhista.

O Sindicato de Alimentação e Afins do Espírito Santo (Sindialimentação) ajuizou uma ação coletiva alegando que a empresa não pagava pelo tempo de deslocamento dos funcionários entre a portaria dos vestiários e os postos de trabalho, incluindo a troca de uniforme. Após algumas tentativas de conciliação, as partes chegaram a um consenso e firmaram um acordo coletivo de trabalho, em fevereiro deste ano.

“O acordo representa o resultado do diálogo social entre o Sindialimentação e a Chocolates Garoto, que respeita e beneficia toda a classe trabalhadora. Por meio desse diálogo, foi possível construir uma nova realidade”, disse o advogado da empresa, Rafael Martines da Costa.

Ex-funcionários e funcionários que possuem reclamações trabalhistas ajuizadas contra a empresa ficam excluídos, mas poderão aderir ao presente acordo pela sua vontade e renunciando a seus diretos pedidos em processos individuais, a fim de evitar pagamento em duplicidade de dois acordos.

“A importância desse acordo é que irá atingir uma classe trabalhadora volumosa, incluindo suas famílias. Mas, o mais importante é a satisfação desses trabalhadores. Ficamos todos satisfeitos e eu acredito que a empresa também”, ressaltou Paulo Roberto Bussolar, advogado do sindicato.

A audiência de conciliação foi presidida pela juíza coordenadora do Cejusc1, Ana Paula Luz, com participação do procurador do Trabalho José Pedro dos Reis, dos representantes do Sindialimentação, Linda Maria Morais e Paulo Roberto Bussolar, e da empresa, Patrícia Pupim Daniel, Claudio Coelho Rego, Rafael Martines e Diogo Medina Maia (on-line).

No ranking divulgado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), o TRT-17 fechou o segundo dia do mutirão em primeiro lugar entre os Tribunais de Pequeno Porte.

Mutirão Nacional

Na segunda-feira passada (20), teve início o mutirão nacional em prol da conciliação, realizado anualmente pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). A edição de 2024 teve como tema “É conciliando que a gente se entende” e aconteceu de 20 a 24 de maio. No TRT-17, o mutirão contou com mais de 500 processos inscritos e acordos trabalhistas fechados.

A mobilização buscou alcançar o maior número de soluções consensuais nos processos em tramitação na Justiça do Trabalho, reforçando a ideia de que é por meio do diálogo que se estabelecem acordos e soluções, finalizando conflitos e gerando benefícios para as partes envolvidas.

Confira alguns registros fotográficos e a imagem do ranking: 

 

 

 

Créditos: Tribunal Regional do Trabalho da 17ª Região (ES)

Coordenadoria de Comunicação Social e Cerimonial (CCOM) - ccom@trtes.jus.br

Texto e fotos: Estagiário Henrique Tuller sob a supervisão da CCOM

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil
  • banner corrupcao
  • banner abnt
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • MPT em Quadrinhos
  • banner pcdlegal
  • Portal de Direitos Coletivos