• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Audiência empregabilidade lgbt
  • Acordo MPT Cerest Subnotificacao 1
  • Aderes
  • Chamamento público órgaos e entidades
  • WhatsApp Image 2024-06-17 at 18.52.42
  • Arte intranet Pra Mia
  • Novos telefones PTMs 3
  • Divulgação feed vermelho
  • Evento celebra 14 anos de Política Nacional de Resíduos Sólidos
  • Mercado de Trabalho LGBTQIAPN+ em discussão
  • Parceria entre MPT e Cerest Norte combate subnotificação de acidentes de trabalho no ES
  • Aderes lança manual de boas práticas para Associações de Catadores de Materiais Recicláveis do Espírito Santo
  • Chamamento público para cadastro de órgãos e entidades
  • Exposição Transeuntes: um convite a olhar pelos olhos do outro
  • MPT participa de reunião da Mesa Regional Permanente de Diálogo na Cafeicultura do Espírito Santo
  • PRT17 participa de Grupo Especial de Fiscalização Móvel
  • Exposição fotográfica "Transeuntes" destaca a comunidade LGBTQIAPN+
  • MPT-ES recebe visita de representantes da UNIDAS
  • MPT-ES realiza audiência para monitorar condições de trabalho na produção de cana-de-açúcar no sul do estado
  • Oficina de fotografia promove representatividade e inclusão de pessoas LGBTQIAPN+
  • Procurador-chefe do MPT-ES prestigia posse de dois novos desembargadores do TJES
  • Capacitação no MPES visa fiscalização e cobrança dos instrumentos das políticas de resíduos sólidos
  • 2º Encontro das Chefias dos Ministérios Públicos do Espírito Santo acontece na PRT-17ª Região
  • Nova HQ aborda assédio eleitoral
  • Confira o Plano de Gestão da Unidade (PGU) da PRT-17ª Região
  • MPT-ES adere à campanha de arrecadação de tampinhas para castração de animais
  • ATENÇÃO: atualização dos contatos telefônicos das Unidades do MPT no interior do Espírito Santo
  • MPT-ES tem novo canal de atendimento virtual

Nova HQ aborda assédio eleitoral

Com linguagem simples e lúdica, nova MPT em Quadrinhos tem por objetivo conscientizar a população sobre a temática

O Ministério Público do Trabalho lançou uma nova edição da HQ MPT em Quadrinhos para abordar o tema do assédio eleitoral. A nova edição, nº 76,foi apresentada pela coordenadora nacional de Promoção da Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho (Coordigualdade) do MPT, Danielle Olivares Corrêa, e pela vice coordenadora nacional da Coordigualdade, Fernanda Barreto Naves, ao procurador-geral do Trabalho, José de Lima Ramos Pereira na quarta-feira (22.5).

 

A HQ possibilita, de maneira lúdica, conscientizar a população sobre a temática, utilizando-se códigos visuais e linguagem simples para abordar o conceito de assédio eleitoral, as hipóteses de ocorrência e os canais de denúncia. O PGT destacou a importância desta edição da HQ e do trabalho para coibir o assédio eleitoral. Após forte atuação nas eleições presidenciais de 2022, o MPT se prepara, nas eleições municipais de 2024, para enfrentar, com rapidez e eficiência, novos desafios em relação ao assédio eleitoral.

 

Segundo o PGT, o MPT em Quadrinhos é um sucesso e essa edição, do assédio eleitoral, é uma das formas de mostrar ao país o que é o assédio eleitoral, como ele acontece, como denunciar. “É um tema muito importante não só para o Ministério Público do Trabalho, mas fundamental para salvaguarda da democracia brasileira”, disse o PGT, acrescentando que nas eleições deste ano o trabalho exige atuação alinhada nacionalmente e articulada com os demais órgãos do sistema de defesa da democracia.

 

“Temos que mostrar que, quando o assédio eleitoral é praticado, é também uma forma violenta de relação de trabalho e deve ser coibida. Traz à tona resquícios do voto de cabresto”, disse José de Lima Ramos Pereira.

 

"A revista em quadrinhos é um importante instrumento de conscientização da trabalhadora e do trabalhador para identificar situações que podem configurar o assédio eleitoral e denunciar ao MPT, pois tem uma linguagem lúdica, direta e simples. O exercício da democracia é um direito cidadão, cabendo ao MPT no âmbito da relação do trabalho a sua defesa", acrescenta a coordenador nacional da Coordigualdade, Danielle Olivares.

 

A vice-coordenadora nacional da Coordigualdade, Fernanda Naves, destaca a importância da liberdade de escolha do voto: "A nossa Constituição resguarda a liberdade de consciência, de expressão e de orientação política, sendo o voto a maior expressão da democracia. O MPT atua para assegurar que nenhum trabalhador seja intimidado na hora de escolher seus representantes."

*Fotos: Ubirajara Machado - Secom/PGT

 

 

Publicado: 24/05/2024.

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil
  • banner corrupcao
  • banner abnt
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • MPT em Quadrinhos
  • banner pcdlegal
  • Portal de Direitos Coletivos