• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • Projeto desenvolvido pelo MPT-ES oferece capacitação a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas
  • MPT lança livro com panorama sobre enfrentamento ao tráfico de pessoas
  • Documentário “Varredeiras”, produzido com verba destinada pelo MPT, é lançado oficialmente
  • Presidente da República nomeia o Procurador-Geral do Trabalho, Alberto Balazeiro, Ministro do TST
  • MPT lança cartilha "Inteligência Artificial, Tecnologia Digital e Discriminação no Trabalho"
  • MPT e OIT lançam manual para assegurar proteção de pessoas travestis e transexuais em operações de combate ao tráfico de pessoas para fins de trabalho análogo ao de escravo
  • Aberto prazo para credenciamento de instituições para estágio no MPT-ES
  • Município de Cachoeiro de Itapemirim é condenado por não cumprir medidas de segurança e saúde no trabalho
  • Projeto desenvolvido pelo MPT-ES oferece capacitação a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas
  • Fórum de Resíduos se reúne com Amunes e reforça importância de catadoras e catadores de recicláveis
  • ATENÇÃO: Confira aqui os canais de atendimento virtual e denúncias ao MPT-ES!
  • Disponível lista de plantonistas do MPT-ES e telefone para contato

Projeto desenvolvido pelo MPT-ES oferece capacitação a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas

Projeto desenvolvido pelo Ministério Público do Trabalho no Espírito Santo (MPT-ES) vai oferecer oportunidade de capacitação profissional para jovens em cumprimento de medidas socioeducativas.

O projeto “Além da Medida” vai oferecer aprendizagem e capacitação profissional para adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa na Unidade de Internação Metropolitana (Unimetro) do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases). Os 15 socioeducandos serão capacitados em serviços administrativos, oferecido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A aula inaugural do projeto aconteceu na última segunda-feira, 12 de julho. 

O projeto desenvolvido pelo MPT-ES conta com apoio da Superintendência Regional do Trabalho no Espírito Santo (SRTb/ES), do Tribunal de Justiça do Estado (TJES), do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), da Defensoria Pública do Estado do Espírito Santo, do Senac e do Iases.

Estiveram presentes na aula inaugural o procurador-chefe do MPT-ES, Valério Soares Heringer; a procuradora do Trabalho do MPT-ES e representante regional da Coordenadoria da Infância, Thais Borges da Silva; o diretor-presidente do Iases, Fábio Modesto; a defensora pública e coordenadora do Núcleo da Infância e Juventude, Adriana Peres Marques dos Santos; o superintendente chefe da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), Alcimar das Candeias da Silva; e a diretora de Educação Profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Léa Marina Erlacher Brito.

Durante a solenidade, a palavra de ordem foi “oportunidade”. Todas as autoridades presentes destacaram essa chance inédita na vida desses socioeducandos. O procurador-chefe do MPT-ES, Valério Soares Heringer, enfatizou a oportunidade que os adolescentes estão recebendo por meio dessa capacitação. “É com muita honra que estamos participando desse projeto. Quanto mais a gente aprende, mais a gente aplica. Portanto, dediquem-se”, disse.

A procuradora do Trabalho do MPT-ES e representante regional da Coordenadoria da Infância, Thais Borges da Silva, contou os desafios do projeto. “Estamos diante de uma iniciativa inovadora em nosso Estado, desafiadora e que precisou ser adiada em razão da pandemia, mas que, hoje, é felizmente iniciada. O Estado e a sociedade têm que voltar sua atenção para os adolescentes. Com esse projeto, nós estamos cumprindo o nosso dever constitucional de garantir a prioridade absoluta aos direitos dos adolescentes, em especial ao relevantíssimo direito de qualificação profissional. Nosso entendimento é o de que a aprendizagem profissional tem um potencial de transformação de vidas. E o nosso desejo é o de que, por meio dela, com o conhecimento adquirido, vocês, adolescentes e jovens aqui presentes, possam, além da reinserção no meio social, alcançarem a inclusão qualificada no mercado de trabalho”, destacou.

O representante dos socioeducandos, um jovem de 18 anos que, atualmente, está na fase intermediária de medida, fez a leitura da filosofia da Unidade. “Em nome de todos os socioeducandos, gostaria de agradecer a Deus e a todos os envolvidos nesse projeto que vai nos ajudar muito”, afirmou.

As empresas SERDEL SERVIÇOS E CONSERVAÇÃO LTDA, TOP SERVICE SERVIÇOS E SISTEMAS S.A, DMA DISTRIBUIDORA, SERRANO DISTRIBUIDORA S.A., REALMAR DISTRIBUIDORA LTDA, DRIFT COMERCIO DE ALIMENTOS S.A. e CORPUS SANEAMENTO E OBRAS LTDA manifestaram interesse em participar do projeto, diante de sua relevância social, e disponibilizaram suas vagas para contratação dos aprendizes.

O encerramento da aula inaugural ficou a cargo de uma apresentação cultural de um socioeducando da fase conclusiva que tocou violão acompanhado do agente socioeducativo Cleomar Santos.

Confira abaixo alguns registros do evento.

DSCN9407edi
DSCN9407edi

Com informações da Assessoria de Comunicação do Iases

 

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil
  • banner corrupcao
  • banner abnt
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • MPT em Quadrinhos
  • banner pcdlegal
  • Portal de Direitos Coletivos