• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Suspensao expediente presencial
  • WhatsApp Image 2020-11-26 at 142203
  • Retorno da atividades presenciais
  • WhatsApp Image 2020-03-19 at 15.20.28

  • NOVA-SEDE---BANNER
  • CERTIDÃO NEGATIVA DE PROCEDIMENTO E PROCESSOS EM TRÂMITE NO MPT-ES 2
  • WhatsApp Image 2017-09-15 at 13.30.34
  • Canais de atendimento do MPT-ES durante o recesso judiciário
  • Recesso forense: confira o funcionamento do MPT-ES
  • Coronavírus: suspensão dos expedientes presenciais nas PTMs de Colatina e São Mateus
  • Portaria GPC n.º 155.2020 suspende prazos, notificações e audiências
  • Confira a Carta do Reconecta, proposta feita pelo MPT em parceria com entidades em prol da inclusão de pessoas com deficiência
  • MPT-ES oferece curso de garçom em Vargem Alta
  • ATENÇÃO: Confira aqui os canais de atendimento virtual e denúncias ao MPT-ES!
  • MPT-ES inicia retomada gradual das atividades presenciais em 5 de outubro
  • Coronavírus: veja aqui as notas técnicas do MPT
  • Participe da campanha "Lixo que vira pão"
  • MPT-ES está no Facebook. Curta!
  • MPT-ES ganha novo endereço na Enseada do Suá
  • Saiba como solicitar sua certidão positiva ou negativa
  • Ouvidoria do Ministério Público do Trabalho lança aplicativo

Trabalho seguro e com saúde para catadores e catadoras

Parceria entre MPT-CE e SEUMA garante distribuição de material educativo para a categoria, em Fortaleza

Fortaleza - Catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis da capital cearense estão tendo acesso à informação sobre os direitos trabalhistas e a importância da criação de cooperativas para garantir a atividade com segurança e saúde. Com apoio da Célula de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (SEUMA), serão distribuídos dois mil exemplares da edição nº 45 da revista MPT em Quadrinhos sobre o tema.

Serão beneficiadas 15 associações de recicladores de Fortaleza e também catadores individuais. Além da revista disponibilizada pelo MPT, cada kit montado e distribuído pela equipe da SEUMA contém 5 pares de luvas reutilizáveis; 5 máscaras reutilizáveis; 1 par de botas; 2 pares de óculos com proteção UV; 2 pares de óculos de proteção incolor; 3 litros de álcool em gel.

Gerente da Célula de Educação Ambiental, Leilane Barros afirma a importância desse trabalho educativo próximo aos catadores. "Sobre as revistas, a receptividade foi ótima. Os trabalhadores e as trabalhadoras se sentiram contemplados, valorizados ao receberem um material produzido e direcionado para a categoria", destaca.

Durante a entrega dos kits, há também capacitação em educação ambiental e em saúde (sobre os cuidados com a COVID e outras doenças). Profissionais da Célula de Referência da Saúde do Trabalhador - CEREST da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) fizeram também a aferição de pressão arterial e teste de glicemia dos catadores. A ação teve início no final dezembro e vai continua pelas próximas semanas.

Municípios do interior

O MPT-CE também buscou parceria com a Rede Estadual de Catadores para realizar a distribuição de revistas MPT em Quadrinhos aos trabalhadores de municípios do interior do estado. A entrega está programada para a próxima semana, em Quixadá, Limoeiro do Norte, Russas, Quixeré e Tabuleiro do Norte. "São cidades em que atuamos e onde até hoje existem lixões, infelizmente", detalha a presidente da Rede Estadual Lílian Teixeira.

Em todo o país, o Ministério Público do Trabalho defende que o trabalho desenvolvido por catadoras e catadores de materiais recicláveis e reutilizáveis deva ser cercado de todos os cuidados. É preciso garantir segurança e saúde no desempenho das tarefas, a partir da criação de associações e cooperativas.

Para a coordenadora nacional da Conap, Ileana Neiva, na implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos os municípios devem incentivar a criação e o desenvolvimento destas associações ou cooperativas. "De forma coletiva é mais fácil obter os meios para a sustentabilidade ambiental e promoção da emancipação econômica dos trabalhadores de baixa renda, garantindo-lhes, ainda, a infraestrutura adequada para a realização com saúde e segurança de suas tarefas", completa.

 

Texto e fotos: Assessoria de Comunicação do MPT-CE

Imprimir

  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • meio ambiente
  • trabalho escravo
  • trabalho portuario
  • liberdade sindical
  • promocao igualdade
  • trabalho infantil
  • banner corrupcao
  • banner abnt
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • MPT em Quadrinhos
  • banner pcdlegal
  • Portal de Direitos Coletivos